domingo, 5 de julho de 2009

Vivos pela esperança !

Ontem, ao fazer minha meditação diária na Palavra de Deus, li um versículo bíblico de que gosto muito: Romanos 12:12, que diz: "Alegrai-vos na esperança, sedes pacientes na tribulação, perseverai na oração".



Enquanto lia esse texto, pensava na importância da esperança (de sua presença) na vida do cristão, em especial na minha.



Creio que a esperança seja muito próxima da fé ou até mesmo parte dela, pois a bíblia diz que "Porque na esperança fomos salvos" (Romanos 8:24)

Vemos também o que a Palavra de Deus diz sobre Abrãao, "O qual, EM ESPERANÇA, CREU CONTRA A ESPERANÇA, para que se tornasse pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência" (Romanos 4:18).



Creio que a esperança seja o elemento que mantém a nossa fé viva, pois ela não apenas nos motiva a crer mas também a continuar crendo.



Creio que é fácil dizer que crê, não é muito difícil realmente crer, mas somente pela esperança continuamos crendo...

" Retenhamos inabalável a confissão da nossa esperança, porque fiel é aquele que fez a promessa".



Sim, crer é realmente fácil, mas continuar crendo mesmo em meio à situações adversas não é algo que seja fácil.



Você pode perguntar a qualquer cristão que espera alguma melhora em sua vida (ou mesmo uma cura de alguma enfermidade) se ele crê que Deus pode abençoá-lo, com certeza a resposta será afirmativa.



Mas e quando o tempo passa e as mudanças não vem ou a cura não chega ?



isso é realmente complicado...



Talvez o maior desafio nem seja continuar crendo em Deus mesmo quando nossos planos falham ou o que esperávamos Dele não veio, mas nos mantermos alegres, motivados...

Certa vez ouvi alguém dizer que: "É em meio à lutas que nossa fé é provada, pois quando tudo está bem a fé dorme, mas quando o mar da vida se agita, precisamos levantar e nos posicionar firmes na fé".

Essa frase me traz a memória um provérbio muito sábio de Salomão: " Se te mostrares fraco no dia da angústia, quão pequena será a tua força. " (Provérbios 24:10)


Sim, É isso mesmo o que fortalecia Habacuque, o qual disse: " Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto nas vides; ainda que falhe o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que o rebanho seja exterminado da malhada e nos currais não haja gado.



TODAVIA eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. "

(Habacuque 3:17-18)



Se pensarmos na raiz da palavra Esperança, veremos o verbo esperar, que não apenas têm o sentido de aguardar, mas de ter expectativas.



Muitas vezes temos que aceitar que as nossas expectativas nem sempre são iguais às de Deus, o que Ele espera de nós é muito mais do esperamos de nós mesmos.

Se juntarmos todos os bens ou benefícios terrenos, veremos que eles não podem se comparar com a grandiosidade dos planos de Deus e da preciosa e eterna salvação que Ele já nos preparou.

Não devemos trocar a certeza dos planos eternos de Deus para nós pela busca da felicidade pessoal, assim, se eles entrarem em conflito, escolha a Deus !

Já dizia Jesus "do que adianta o homem ganhar o mundo inteiro, mas perder sua alma ?"

Mas, voltando ao versículo, creio que a esperança traz alegria, e ela pode determinar se continuamos ou não crendo e andando por fé.



Devemos crer que as promessas de Deus para nós são mais grandiosas do que podemos ver com nossos olhos naturais.



" Mas, como está escrito: As coisas que olhos não viram, nem ouvidos ouviram, nem penetraram o coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam." (1 Coríntios 2:9)



E tendo em vista alcançar essas promessas, temos que continuar crendo até que chegue o dias em que serão compridas.



Para isso, precisamos de PERSEVERANÇA !



" Porque necessitais de perseverança, para que, depois de haverdes feito a vontade de Deus, alcanceis a promessa." (Hebreus 10:36)



Creio que assim como a alegria que recebemos com a esperança, recebemos também a paz através dela.



Para que através dessa paz possamos ser pacientes em meio às tribulações e tempos de dificuldades.



" Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós cada vez mais abundantemente um eterno peso de glória;
não atentando nós nas coisas que se vêem, mas sim nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, enquanto as que se não vêem são eternas. "

(2 Coríntios 4:17-18)



Podemos ver então que as coisas que não se vêem são coisas eternas, coisas que não existem no mundo natural, pois são geradas no mundo espiritual e só assim PASSAM A EXISTIR !


E essa esperança é invisível aos olhos carnais, que só vêem os problemas, mas não o agir de Deus em meio a isso.


Aí vemos podemos citar novamente o exemplo de Abrãao, "O qual, EM ESPERANÇA, CREU contra a esperança, para que se tornasse pai de muitas nações, conforme o que lhe fora dito: Assim será a tua descendência" (Romanos 4:18).



Quando recebemos uma promessa de Deus, cremos, nos alegramos nesse esperança e pacientemente retemos a fé, com toda certeza seremos abençoados.



E finalmente vemos no final do versículo uma exortação a oração, a qual sem fé/esperança, paciência e perseverança, NADA são !

Por isso, viva pela esperança, se alegre nela mesmo, para que a tristeza da falta dela não mate o seu ânimo !

Sedes Pacientes em meio à tribulação, ela logo vai passar, do que vai adiantar perder a calma ?

Persevere na Oração, segure firme nela, para manter viva a alegria da esperança e a paciência em meio à tribulação.

Pois a fé e a esperança podem dar a paz para nos mantermos pacientes em meio às adversidades, sabendo que tudo tem um propósito e que Deus cuida de nós !

Que Deus continue te abençoando sempre !

3 comentários:

Helen Araújo disse...

Esse texto me lembrou a seguinte frase:
“Você pode se preocupar com a fraqueza de sua fé, contudo sua salvação não depende da força de sua fé;"

Fé e persistência devemos ter pois a caminhada não é fácil, mas entendo que até nossa disposição em segui-lO vem Dele que nos fortalece e nos sustenta a cada dia.

Graça e paz.

Júlio César disse...

Sim, você está certa !

" E não somente isso, mas também gloriemo-nos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a perseverança,

e a perseverança a experiência, e a experiência a esperança;

e a esperança não desaponta, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.

Pois, quando ainda éramos fracos, Cristo morreu a seu tempo pelos ímpios. "
(Romanos 5:3-6)

VIVO, POIS MINHA ESPERANÇA É ETERNA E NÃO ME DEIXA MORRER !

Niltinho (de Freitas) disse...

Muito bom o texto.
Creio em um Deus que é notado por sua ausência, no fundo , por isso a esperança é grande parte do processo de relacionamento com Ele. Em sua ausência, temos a esperança que através da fé possamos passar a eternidade junto a Ele e de que através do amor possamos tornar melhores nossos dias por aqui.

Um grande abraço, e quando puder, passe lá no Blog do Niltinho