quarta-feira, 15 de outubro de 2008

À Liberdade dos Filhos de Deus !

Ontem, enquanto lia a Palavra de Deus e também uma revista de escola dominical sobre seitas, heresias e modismos, me deparei com a carta de Paulo aos gálatas, com a questão do pecado de Adão, com os preceitos da lei Mosâica, e obviamente com a Graça de Deus.

O que me chamou a atenção foi o conceito de AIO, pois pude ver um comentário explicando que isso significa um guia ou até mesmo a palavra grega Paidagõgos, (Pedagogo, tutor) que era um escravo que levava as crianças à escola, cuidava e orientava-as até os 15 anos de idade.

A lei é considerada um AIO.

Então, a partir disso, comecei a pensar até que ponto a liberdade é útil a alguém, ou seja, a liberdade precisa ser usada com responsabilidade e maturidade, pois pode se tornar destruição e ruína.

Qual pai concordaria em criar seus filhos sem regras, sem dizer o que é certo e errado ?

Seria isso criar ou mimar ?

Pensei também na Liberdade pela qual fomos chamados em Deus, para sermos seus filhos...

Imagine só quanta liberdade Adão tinha no Jardim do Éden...

Mas isso não impediu que ele desobedecesse a ÚNICA ORDEM que tinha a seguir, a saber, a de não comer do fruto da árvore do conhecimento do bem e do mal.

Adão ainda não era apto para entender o bem e o mal, teria que andar com Deus, fazer sua decisão por Ele, e até lá continuar obedecendo a regra que recebeu.

Mas antes que fosse orientado quanto ao mal, sorreteiramente o mal se apresentou a ele...

Quer algo mais sorreteiro e traçoeiro do que uma serpente ?

Agora, será que podemos culpar a Deus por permitir isso ?

Creio que não, pois Deus já havia orientado a Adão, assim sendo, tudo o que ele tinha que fazer se resumia a obedecer a Deus...

Imagine você no lugar de Deus, quando diz a seu filho para não andar com más companhias ou até mesmo não usar drogas...

Você pode dizer o que Ele não deve fazer, mas não pode impedí-lo de fazer, não pode escolher nada por ele e não é ele para fazer as escolhas.

Adão desobedeceu a Deus, escolheu a liberdade contrária a Deus e teve que aprender as consequências dela...

Colhendo o mal proveniente de nossos erros, aprendemos na prática o quanto o conselho que recebemos é bom e o quão tolos fomos em desobedecê-lo...

Quanto não podia ser evitado se obedecêssemos mais a Deus, a nossos pais, às regras, e até mesmo à lei.

Se todos obedecessem às leis, não haveria cadeias !

Quando nos afastamos de Deus, ou mesmo quando decidimos não seguí-lo ou obedecemos, deixamos de escolher o que é seguro e bom para nós, para andar em um pântano de areia movediça e perigos constantes...

Sem lei, não haveria conhecimento do pecado, sem esse conhecimento não saberíamos que estamos errados e não buscaríamos arrependimento e conversão.

Mas pense comigo, se vivemos em um mundo de corrupção, e nos tornamos totalmente naturais demais, sendo que habitamos em uma natureza pecaminosa (nossa carne), como conseguiríamos seguir todos os preceitos da lei ?

E é aí que entra a Graça !!!

Um conceito não encontrado em nenhuma outra religião, somente na religião cristã !

Nas demais religiões, as divindades foram humanas e se tornaram divindades...

No Cristianismo, existe a graça, Deus se desfaz da divindade e se torna humano, a saber, Jesus Cristo, o Verbo que se fez carne.

Mais do que isso, Ele (o justo juiz do Universo) se coloca no lugar da humanidade culpada, e decide pagar o preço da condenação deles, e tudo isso em si mesmo !

" Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido.
Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados.
Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas, cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de todos nós. "

(Isaías 53:4-6)

" Todavia, foi da vontade do Senhor esmagá-lo, fazendo-o enfermar; quando ele se puser como oferta pelo pecado, verá a sua posteridade, prolongará os seus dias, e a vontade do Senhor prosperará nas suas mãos.
Ele verá o fruto do trabalho da sua alma, e ficará satisfeito; com o seu conhecimento o meu servo justo justificará a muitos, e as iniqüidades deles levará sobre si.
Pelo que lhe darei o seu quinhão com os grandes, e com os poderosos repartirá ele o despojo; porquanto derramou a sua alma até a morte, e foi contado com os transgressores; mas ele levou sobre si o pecado de muitos, e pelos transgressores intercedeu. "

(Isaías 53:10-12)

E para que isso ?

Para que voltemos à liberdade, mas a liberdade de Filhos de Deus, aperfeiçoados pelo Espírito, redimidos da culpa e da condenação, feitos em Cristo Justiça de Deus, para sermos Filhos de Deus em Cristo !

" Então aspergirei água pura sobre vós, e ficareis purificados; de todas as vossas imundícias e de todos os vossos ídolos vos purificarei.
E dar-vos-ei um coração novo, e porei dentro de vós um espírito novo; e tirarei da vossa carne o coração de pedra, e vos darei um coração de carne.
E porei dentro de vós o meu Espírito, e farei que andeis nos meus estatutos, e guardeis os meus juízos, e os observeis.
E habitareis na terra que eu dei a vossos pais e vós sereis o meu povo, e eu serei o vosso Deus."
(Ezequiel 36:25-28)

Agora estamos na graça, na Lei do Espírito para a Vida, na nova aliança da graça de Deus !

" Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito.
Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte.
Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne;
Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito."
(Romanos 8:1-4)

Só temos que deixar que em tudo o Espírito de Deus nos guie, segundo o amor de Deus, de acordo com a missão que a nós é destinada: viver e pregar o evangelho, para que em tudo seja Deus em nós santificado, honrado e glorificado.

Que nossa oração sempre seja: "Ensina-me a fazer a tua vontade, pois és o meu Deus.
Guie-me Teu Bom Espírito por caminhos retos." (salmos 143:10)

"Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus, esses são filhos de Deus."
(Romanos 8:14)

Que Deus nos abençoe em nome de Jesus, que o Espírito Santo flua em nós como fluiu sob a face das águas na criação do mundo, e nos transforme de sem forma e vazios à obra-prima de Deus, e esplendor de sua criação !

2 comentários:

alegria disse...

Muito legal teu blogger! muito boa as tuas palavras! eu tenho um tambem mais o meu é mais de debabafo, meu blogger é os amigos q naum tenho e as palavras q queria dizer ha algumas pessoas e naum disse, mais axei o teu muito legal! eus te abençoe bastante irmãozinho

james disse...

Graça e paz vos sejam multiplicadas, irmão Júlio César.

Muitos confundem a liberdade que Cristo nos dá, com libertinagem, mas, o apóstolo dos gentios inspirado pelo Espírito Santo nos exorta e nos traz a verdadeira essência da liberdade cristã:

“Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios” (Efésios 3.1).

Que em 2009 o Deus de Paz e Amor, ainda mais vos fortaleça em sabedoria para que andeis como é digno da vocação com que fostes chamado, com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-nos em amor, procurando guardar a unidade do Espírito pelo vínculo da paz.

Fraternalmente.
James.
www.jesusmaioramor.blogspot.com